Foi hoje, dia 6 de maio de 2020, emitida a Declaração conjunta "Proteger a Saúde e os Direitos Sexuais e Reprodutivos e Promover a Resposta às Questões de Género na Crise da COVID-19”, copatrocinada por 59 Estados-membros das Nações Unidas. A Declaração conjunta foi coassinada pela Senhora Secretária de Estado dos Negócios Estrangeiros e da Cooperação e Presidente da CNDH. 

Para além das línguas oficiais das Nações Unidas, salienta-se o facto de o português, a par do alemão, ter sido escolhido como uma das línguas de redação desta Declaração conjunta.

  • Partilhe